Novos Horizontes FM

Notícias/Mundo


15/04/2019

Muito além de The Dirt e Bohemian Rhapsody: 11 filmes para conhecer a história do rock

Muito além de The Dirt e Bohemian Rhapsody: 11 filmes para conhecer a história do rock

Dois filmes falando sobre a histórica do rock criaram impacto nos últimos meses: Bohemian Rhapsody, contando a história de Freedie Mercury e do Queen, e The Dirt, revelando algumas das loucuras que aconteceram durante a carreira do Motley Crue.

Já, já, em 30 de maio, Elton John também ganhará um filme para chamar de seu. A história promete mostrar, além do crescimento da carreira do astro, toda a sua conturbada revelação da sexualidade. Mamonas Assassinas são outros na fila - vão ganhar uma série, depois transformada em filme, pela Record TV.

O gênero não é novidade. Diversas bandas já ganharam documentários ou filmes mostrando suas histórias inacreditáveis. Alguns focam em integrantes, outros na história do grupo em si - mas todos exploram o mundo louco do rock.

Separamos 11 filmes para você poder conhecer um pouquinho mais sobre a história da música:

No Direction Home (2005)
O documentário promissor do supercineasta Martin Scorsese fala sobre a carreira de Bob Dylan, um dos principais astros da história da música - e a quem devemos o nome Rolling Stone (valeu!). O filme conta como aconteceu o início da fama do músico de maneira intimista, quase como se todos fizessemos parte de suas primeiras turnês

O Garoto de Liverpool (2009)
Cervejas, garotas, festas, guitarras e brilhantina: assim era a vida de um adolescente na Inglaterra na década de 1950. Não foi diferente para John Lennon.
O filme é baseado no livro: Imagine Isso: Crescendo Com Meu Irmão John Lennon, de Julia Baird, meia-irmã do astro dos Beatles. Mostra como Lennon foi abandonado pela mãe, Julia, e criado pela tia, Mimi Smith, até conhecer Paul McCartney.

Stoned - A História Secreta dos Rolling Stones (2005)
A extravagância dos Rolling Stones não poderia deixar de ganhar diversas adaptações. Mas Stoned: A História Secreta dos Rolling Stones, vai além de Mick Jagger, e volta no tempo para o início da banda e seu membro póstumo - Brian Jones.

Jones foi o guitarrista fundador dos Stones e ficou na banda por sete anos. No final, em meio a desilusões amorosas e sucesso, afundou-se nas drogas. Expulso dos Stones por exagero ao se drogar, morreu afogado poucos dias depois.

Jimi: Tudo a Meu Favor (2013)
Enquanto Lennon crescia na Inglaterra, o outro lado do oceano também criava uma lenda: Jimi Hendrix. Mas não demoraram muito para se cruzar, já que Hendrix fez sua fama em Londres.

O longa mostra a chegada do músico à Inglaterra e sua estrada árdua para se consagrar como astro. Recebeu algumas críticas de pessoas próximas de Hendrix por mostrá-lo, por vezes, violentos - algo que não fazia jus à personalidade do artista, garantem.

The Doors (1991)
O filme deu um trabalho do caramba - quase 20 anos para ser produzido - mas valeu a pena. Val Kilmer se consagrou no papel de Jim Morrison, o astro do rock cheio de sex appeal dos anos 1960.

The Doors foi uma banda que realmente levou a sério a tríade "sexo, drogas e rock and roll". A história acaba com a morte de Morrison, aos 27 anos.

A Grande Trapaça do Rock N’ Roll (1981)
O punk sempre foi um dos movimentos mais escrachados do underground. E se pensarmos em um dos seus precursores, os Sex Pistols, pareceria quase irônico que um empresário estivesse por trás de tudo.

A Grande Trapaça do Rock N’ Roll explora esse lado comercial por trás do grupo. A história, porém, é controversa. Os Pistols afirmam que a banda já estava formada e convidou Malcolm McLaren para ser empresário depois. Golpe de mestre de McLaren ou não, o filme mostra exatamente o que rolou: o choque sem precedentes causado pela banda na sociedade britânica.

Controle: a História de Ian Curtis (2007)
Joy Division foi outra banda importantíssima para o desenvolvimento do post-punk na Inglaterra. Seu vocalista, Ian Curtis, personificava o desolamento e a histeria da geração: em constante desconforto existencial, sempre mostrava isso em suas letras. Suicidou-se aos 23 anos, pouco antes do segundo lançamento do grupo. O filme conta a sua história.

We Are Twisted Fucking Sister! (2014)
They wanted to rock! Twisted Sisters talvez sejam a cara dos anos 1980, com seus cabelos, roupas, maquiagens, música. A banda é extremamente visual, e consagrou algumas de suas músicas como hinos do rock.

O filme é um documentário feio na Alemanha e nos Estados Unidos mostrando o sucesso da banda através de diversas entrevistas e vídeos de arquivo.

The Runnaways - Garotas do Rock (2010)
O clássico entra em choque com a explosão causada por cinco garotas nos anos 70. Uma Cherry Bomb, de fato. The Runnaways foi uma das bandas que mais chamou atenção pelos seus diferenciais.

O longa foca na formação da banda, lá pela metade da década de 1975, e na relação entre Cherie Currie e Joan Jett. Mostra do início da banda até o final, causado por ciúmes, drogas e colapsos mentais.

Cazuza - O Tempo Não Pára (2004)
A gringa tem ótimas bandas, mas o Brasil sabe criar artistas como poucos outros países. Exemplo disso é Cazuza. O astro começou como ator, passou pelo Circo Voador do Rio de Janeiro, levou o Barão Vermelho às alturas, seguiu para carreira solo, e teve uma das mortes mais lembradas do imaginário brasileiro.

Boêmio, poeta e trágico, Cazuza recebeu o filme em sua homenagem. Alterando dramatização e imagens de arquivos, o longa seguiu a fama do músico até sua morte, em 1990, resultada por complicações da AIDS.

Somos Tão Jovens (2013)
É praticamente impossível um brasileiro ter um violão na mão e não tocar "Tempo Perdido", da Legião Urbana. O legado da banda na música é inegável.

Renato Russo, dono da voz poderosa que eternizouo grupo, tem sua história de vida escancarada em Somos Tão Jovens. Sua adolescência, os amores, as inspirações, e a mudança do punk de Aborto Elétrico para a melosa Legião Urbana, até sua morte, também advinda do HIV.

Fonte: Rolling Stone Brasil 

Mais Lidas

Notícias Quentes

Vídeo